Célula do dia 22.Julho.09

Fogo do Senhor

O TEMOR DO SENHOR

Os filhos de Arão tentaram fazer uma oferta a Deus, mas algo deu errado e, quando o fogo veio, consumiu a cada um deles. Diante dessa situação, a Bíblia nos diz que o Senhor mostrará a Sua santidade naqueles que se achegam a Ele. 
Alguém pode perguntar: “Se o Senhor fará isso, por que Nadabe e Abiú foram consumidos?”. Eles foram consumidos porque não havia temor no coração deles. O Senhor nunca Se manifesta onde Ele não é reverenciado, onde não há temor devido. 
Se você tem tratado por comum aquilo que Deus chama de santo, então é tempo de arrependimento na sua vida. A verdadeira adoração está ancorada em uma reverência a Deus (Sl 5.7): O temor é algo que deve estar em nós se queremos nos achegar diante de Deus. Como podemos respeitar e honrar a Deus devidamente se per-manecemos inconscientes da Sua grandeza, do Seu poder e da Sua santidade?

Pouco temor, muita religião

Pois quem nos céus é comparável ao SENHOR? Entre os seres celestiais, quem é semelhante ao SENHOR? Deus é sobremodo tremendo na assembléia dos santos e temível sobre todos os que o rodeiam. (Sl 89.6,7).
O grande problema entre nós hoje é que Ele veio para os Seus, mas eles não O receberam (Jo 1.10,11), não tiveram temor. Muitas pesso¬as entre nós estão sofrendo porque perderam o temor de Deus. Perder o temor de Deus significa não respeitar, não ter temor daqueles que Deus estabeleceu na sua vida como líder.

Muitas vezes estamos preocupados meramente em cumprir regras dentro da igreja, mas Deus quer saber se há temor no nosso coração, porque a lei do

espírito da vida, em Cristo Jesus, nos liberta da lei da morte e do pecado (Rm 8.2). A lei do espírito da vida é o temor no coração. Então, quando o pecado bate a porta, o negamos, não porque alguém nos ensinou a fazer isso, mas porque, conhecemos ao Deus que servimos.
Lemos em Isaías esta séria declaração: “[…] este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas o seu coração está longe de mim, e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente aprendeu” (Is 29.13).

Então, as pessoas dão o dízimo e a oferta, não porque temem a Deus, mas porque temem o devorador, porque alguém as ensinou assim. As pessoas andam corretamente no trânsito buscando dar um bom testemunho. Ótimo, mas é pouco! Jesus ensinou que as pessoas estavam preocupadas com a Lei, e ela diz: “Não adulterarás”; mas, quando há o temor no coração, ele não apenas nos impede de adulterar, ele nos impede de desejar uma mulher com olhos impuros. A Lei diz para não matarmos, então, quando estamos com raiva, contamos até três e domamos o leão dentro de nós. Quando tememos a Deus o leão não precisa ser domado, porque o temor mata o leão. 
Só anda em santidade quem teme a Deus. Aquele que teme não vai a qualquer lugar, não anda com qualquer pessoa, não escuta ou fala qualquer palavra, não sai fa]zendo qualquer coisa, porque tem revelação do Seu soberano, por isso tem temor daquilo que faz.

A falta de temor nos coloca no caminho de Lúcifer

Estes têm sido dias difíceis, na família, no trabalho, nas ruas, na política, na Igreja. Falta temor. Os homens hoje são arrogantes, atrevidos, desobedientes aos pais, tomados de pecado. São homens que “seguindo a carne, andam em imundas paixões e menosprezam qualquer governo. Atrevidos, arrogantes, não temem difamar autoridades superiores, ao passo que anjos, embora maiores em força e poder, não proferem contra elas juízo infamante na presença do Senhor” (2Pe 2.10,11).

Esses homens não têm temor daqueles que Deus colocou na vida deles, homens aos quais eles vêem; naturalmente não terão temor de Deus também. Se você não tem temor de Deus, não pode ter a glória que vem dEle. Muitos querem se relacionar com Deus sem temor, mas intimidade sem temor é juízo.

Temos visto hoje, dentro da Igreja, pessoas com espírito de rebelião, de rebeldia, independência, arrogância; pessoas cheias de conhecimento e argumentos, que não se submetem, não aceitam a Palavra de Deus e os líderes colocados na vida deles. São brutos irracionais, por isso padecem. Essas pessoas são frutos de famílias desestruturadas, sem limites, que não sabem o que é temor, que confundem o que é amar, porque pensam que amar é fazer tudo que o filhinho quer. Mas amar não é fazer tudo o que queremos, é fazer tudo o que precisamos.
Às vezes, a melhor solução para uma enfermidade será um remédio amargo e dolorido. Não devemos disciplinar nossos filhos por conta de coisas que são próprias de menino, mas devemos sempre discipliná-los quando eles se levantam para confrontar nossa autoridade.

Não fazemos isso para impor nossa autoridade, abusar da nossa posição, mas por amor, como representantes de Deus na vida deles. Se permitimos que eles se levantem contra nós, eles jamais nos temerão, e se não nos temerem, como pais, não temerão ao professor, ao policial, ao patrão, e crescerão como brutos irracionais (2Pe 2.12). 
Porque os amamos, os ensinamos e os tratamos. Essa é a base de um relacionamento saudável, algo construído com intimidade e temor. Isso traz bênção e proteção. Não é a toa que a Bíblia diz que o filho que se levanta contra o pai deve ser punido de morte (Êx 21.15). Esta é a causa, em grande parte, da morte prematura dos jovens desta geração: eles são rebeldes contra pai, contra mãe, contra líderes.
Sempre que assumimos a postura de insubmissão ou de rebelião contra as autoridades constituídas por Deus em favor da nossa vida, entramos pelo caminho de Lúcifer, o caminho da queda.

Conhecendo a Deus

Ninguém pode ter temor de Deus sem conhecer Sua grandeza e majestade. A criação fala apenas de uma centelha da glória de Deus. Pois, “Quem na concha de sua mão mediu as águas e tomou a medida dos céus a pal-mos? Quem recolheu na terça parte de um efa o pó da terra e pesou os montes em romana e os outeiros em balança de precisão?” (Is 40.12).
Tudo que Deus faz segue uma seqüência: ordem, glória e julgamento. Essa seqüência permeia toda a Bíblia. Deus deu uma direção para construção do tabernáculo; depois de construído, a glória de Deus encheu aquele lugar; então, vieram Nadabe e Abiú, em seguida Deus executou Seu juízo sobre eles. 
João Batista pregou o arrependimento e Jesus informou da chegada do reino de Deus. Eles estavam organizando. Depois de organizar, o Espírito Santo desce e a Igreja é batizada. Temos a Sua glória, mas, também o Seu juízo, quando Ananias e Safira mentem ao Espírito de Deus.

Servir a Deus é coisa muito séria. Nós temos procurado edificar a igreja porque queremos ver a manifestação da glória de Deus, não o Seu juízo. O julgamento de Deus tem sido adiado, mas não pode ser anulado. Todos nós estaremos de pé diante dEle um dia (2Co 5.10); isso deve produzir em nós temor.
Quando cultivarmos o temor de Deus, nossos relacionamentos serão radicalmente afetados: nosso relacionamento com nossos pais, filhos, líderes, esposo ou esposa serão profundamente transformados, porque bem nenhum falta àqueles que temem ao Senhor (Sl 34.9).

Pr. Naor Pedroza
fonte: http://www.IgrejaVideira.com

Versículos do dia

Para que entre vós não haja homem, nem mulher, nem família, nem tribo, cujo coração hoje se desvie do SENHOR nosso Deus, para que vá servir aos deuses destas nações; para que entre vós não haja raiz que dê veneno e fel; Deuteronômio 29:18

Tendo cuidado de que ninguém se prive da graça de Deus, e de que nenhuma raiz de amargura, brotando, vos perturbe, e por ela muitos se contaminem. Hebreus 12:15

Louvor da Célula

Grande é  o Senhor

Adhemar de Campos

Grande é  o Senhor e mui digno de louvor

Na cidade do nosso Deus seu Santo monte

Alegria de toda terra

Grande é o Senhor em quem nós temos a vitória

E que nos ajuda contra o inimigo

Por isso diante dele nos prostramos

Queremos o seu nome engrandecer

E agradecer-te por tua obra em nossas vidas

Confiamos em teu infinito amor

Pois só tu és o Deus eterno

Sobre toda terra

e céus

Mais de Ti
Davi Silva

Precisamos da tua presença

E do fogo do teu Santo Espírito.

Desejamos toda sua Glória

Declaramos a tua vitória..aaa…….

| Senhor eu quero mais, mais  de    Ti
2x | Eu quero muito mais, mais   de        Ti
| Eu quero mais do teu amor, mais da tua unção Senhor

| Mais do teu poder

2x| Fomos chamados pra ti adorar, fomos criados pra teu louvor
|Fomos gerados pelo teu amor, teu amor oh Senhor

Teu fogo,   teu fogo,     teu fogo…  Vem   me    queimar

Ao Único

Ao único que é digno
De receber
A honra e a glória
A força e o poder
Ao Rei eterno, imortal
Invisível, mas real
A Ele ministramos o louvor.

Coroamos a Ti ó Rei Jesus
Coroamos a Ti ó Rei Jesus.

Adoramos o Teu Nome
Nos rendemos aos Teus pés
Consagramos todo nosso ser a Ti.

Como Zaqueu
Régis Danese

Como Zaqueu eu quero subir
No mais alto que eu puder
Só pra Te ver, olhar para Ti
E chamar Sua atenção para mim

Eu preciso de Ti Senhor
Eu preciso de Ti, oh Pai
Sou pequeno demais
Me dá a Tua paz
Largo tudo pra Te seguir

Entra na minha casa
Entra na minha vida
Meche com minha estrutura
Sara todas as feridas
Me ensina a ter santidade
Quero amar somente à Ti
Porque o Senhor é o meu bem maior
Faz um milagre em mim

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: